Gestão Zen

Sacadas sobre gestão, finanças e tributação para micro e pequenas empresas.

Planejamento financeiro empresarial sem frescura

Procurando um jeito eficiente e simples de fazer um planejamento financeiro empresarial? Você veio ao lugar certo, leia nosso post e saiba como!

Autor: Francesca Rodrigues | Leia em 5 minutos
planejamento financeiro empresarial

É comum que as pequenas e médias empresas tenham vontade de iniciar o ano com um bom planejamento financeiro empresarial. Porém, muitas acreditam que essa é uma tarefa difícil que levará muito tempo e que os dados para apurar são muito trabalhosos e acabam desistindo.

E de fato, na literatura esse processo é muito custoso. Você precisa ter uma série de dados para fazer o seu planejamento financeiro empresarial e muitos deles vindo do famoso e temido DRE ou Demonstração de Resultado do Exercício.

A partir de dados como o custo de um produto, despesas e receitas previstas que é gerado esse documento, e em cima dele, o empreendedor consegue ter uma perspectiva de como deve tocar a empresa no próximo ano.

O problema é que levantar todos esses dados, como já dissemos, pode ser bem trabalhoso para as pequenas empresas e até mesmo para as médias. Mas, ficar sem orçamento não dá, correto?

Para resolver este problema, você pode montar um planejamento financeiro empresarial em cima dos dados de fluxo de caixa da sua empresa. Continue lendo nosso post e entenda como fazer!

Planejamento financeiro empresarial baseado em fluxo de caixa

Para fugir de toda essa complicação de apurar dados e entender relatórios trabalhosos, como o DRE, é possível utilizar o seu fluxo de caixa para o planejamento.

Para ficar ainda mais fácil de começar o seu planejamento financeiro empresarial, separamos os passos que você precisa seguir.

1. Separar as suas despesas e receitas em categorias

O primeiro passo para começar o seu planejamento financeiro empresarial baseado em fluxo de caixa é separar todos os seus gastos e recebimentos em categorias.

Você pode utilizar as categorias já utilizadas pelo fluxo de caixa do ano corrente, mas é necessário analisar se existirão despesas, custos e receitas que até então não existiam.

Liste todas as categorias de recebimento e em seguida todas as categorias de gastos.

2. Projete as suas despesas e receitas para o próximo ano

Após a categorização, é necessário analisar o seu fluxo de caixa do ano anterior para fazer as projeções.

Um meio de fazer o cálculo é aplicar o reajuste da inflação nos gastos fixos que você não tem pretensão de aumentar, como por exemplo, a Internet, telefone, etc.

Por exemplo, imagine que em Janeiro de 2017 minha empresa gastou R$ 500,00 de energia elétrica e eu não tenho projeções de aumentá-la.

A partir desse valor é possível calcular o reajuste e prever, por exemplo, que em Janeiro de 2018 minha empresa gastará R$ 550,00.

Já com os custos que há uma previsão de aumento por conta do volume de vendas, por exemplo, deve-se projetá-los de acordo com a demanda de crescimento da empresa e as metas de vendas.

Para as receitas vale a mesma regra: para os artigos que sabe que vai vender mais, devido a alguma ação pode-se aumentar a previsão.

Faça isso para todas os recebimentos e gastos e para todos os meses do ano futuro.

3. Faça o acompanhamento mensal

Para que o orçamento faça sentido, é essencial que ele seja acompanhado ao longo do ano.

Portanto, é necessário a análise mensal para entender se os gastos e os recebimentos estão de acordo com o previsto.

Se estiver dentro do planejado, ótimo! Agora, se o previsto furou, é necessário analisar os números.

Imagine, por exemplo, que a meta de gasto com energia elétrica era de R$ 550,00 e a sua empresa gastou no mês de Janeiro R$ 650,00. Logo, a sua meta furou em R$ 100,00.

É importante que nessa ocasião seja pensado se essa foi uma situação atípica ou se está fora da normalidade.

Imagine ainda que a sua empresa, por conta das férias de verão, tenha estendido o horário de atendimento durante todo o mês, permanecendo com as luzes e ar condicionado ligados além do tempo previsto.

Então, mesmo que esse gasto não tenha sido planejado está dentro da normalidade.

Agora, imagine que não houve essa mudança no horário de atendimento e esse aumento na energia se deu por um reajuste abrupto. Esse é um caso não planejado e fora da normalidade.

Então, é necessário entender qual o impacto que esse aumento terá no seu orçamento. Se você precisará apertar os cintos em outras categorias ou, ainda, fazer ações para aumentar a receita.

De toda forma, é necessário ajustar os valores no planejamento financeiro empresarial, pois esse fato acontecerá todos os meses e o seu planejamento não pode ser estático e passivo.

Você deve observar e confrontar os valores mensalmente de todas as categorias, inclusive das receitas. Para assim conseguir adequá-lo de forma efetiva e a tempo.

Onde devo fazer meu planejamento financeiro empresarial?

Agora que você já sabe como fazer o seu orçamento baseado em fluxo de caixa, é hora de colocar a mão na massa.

Você pode utilizar seu sistema de gestão, como o Fácil123, para visualizar e registrar o seu planejamento financeiro empresarial de forma mais rápida.

Caso não tenha um sistema de gestão, você pode fazer o download da nossa planilha aqui.

Perguntas e respostas sobre o planejamento financeiro empresarial

Nós levantamos as dúvidas mais recorrentes sobre orçamento empresarial:

1. O planejamento financeiro empresarial baseado em fluxo de caixa é o cenário ideal?
R: Não. Ele não é uma projeção perfeita, é uma situação onde você poderá ter uma previsibilidade do seu ano futuro, mas não é o mundo ideal. Mas, sem dúvidas, é muito melhor você ter um planejamento baseado em fluxo de caixa do que nada.

2. Quanto tempo preciso investir para ter um planejamento financeiro empresarial?
R: No final do ano, ao fazer o planejamento, você precisará dedicar cerca de uma hora para fazer as previsões do próximo ano. Já para fazer a análise, precisará dedicar cerca de meia hora mensal para confirmar a realização ou não dos números.

Preparado para começar o seu planejamento financeiro empresarial agora mesmo?! Conte com o Fácil123!